RESUMO DO FILME: CISNE NEGRO

 

Um filme para buscadores!

 

Recomendo esse filme a todas as pessoas, mas principalmente àquelas que estão no caminho do autoconhecimento.

Assistam com os olhos da alma, com um olhar mais profundo, que vai além do óbvio.

Na linguagem do Eneagrama a protagonista me parece um Tipo 6 fóbico, com muitas características do ponto 4, filha de uma mãe repressora, protetora de Tipo 2, algo muito comum em mães que querem realizar seus sonhos através dos filhos.

Mas o que mais me chamou atenção não foi o Tipo dos personagens, mas a mensagem, o padrão mental que é expresso com maestria pela atriz, o resultado foi a premiação com o Oscar de melhor atriz.

Através de uma interpretação muito pessoal vou tentar passar o que compreendi desse filme.

O grande desafio de acolher a sombra através do outro.

Cisne Branco, a máscara da busca pela perfeição, o medo de errar, a autopunição, o lado reprimido do ser, o controle da raiva escondida e inconsciente, desejos abafados pelos julgamentos de certo e errado, o grito calado, a negação.

Cisne Negro, a sombra, o lado negro ocultado por uma meiguice ímpar, a perversidade, a loucura, o diálogo interno, os desejos mais profundos, os segredos de luxúria, a vontade de expressar tudo que não é permitido pelo Super Ego.

A personagem vive uma luta interna, uma dualidade entre aceitar e acolher sua sombra contra toda uma educação baseada na repressão vinda por parte da mãe.

O lado meigo, delicado e doce, contra o medo de parecer uma pessoa ruim, incompatível ao mundo em que vive.

No meu entendimento, com exceção do início do filme, todo o resto passa-se na mente de Nina, um padrão mental que reflete todos os demônios internos, todas as cenas foram vividas em sua mente.

Coreógrafo: Instiga, provoca, tenta, seduz, mexe com os desejos mais íntimos de uma mulher reprimida, com o intuito de ajudá-la a se desbravar, a se conhecer, a se aceitar como uma mulher completa, inteira e livre. A força do masculino conduzindo, abrindo caminhos para a expressão da energia sexual, o instinto dançando livremente através de um corpo aparentemente frágil.

Amiga: Sua sombra, seu espelho. Tudo que a personagem nega em si mesma.

A liberdade que ela gostaria de ter e ser, a expressão dos desejos ocultos, a coragem, o outro lado da moeda, o seu inconsciente que fere, causa insegurança, ciúmes, competição, comparação, a luxúria, a vaidade, a paixão, a força sexual, a quebra de padrões, a alegria, uma alma livre de preconceitos e julgamentos.

Os conflitos e ao mesmo tempo a identificação com a amiga, a dificuldade de ver em si mesma tudo que a incomodava na outra.

Uma mistura de amor e ódio, repulsa e desejo.

Depois de ter vivido intensamente na sua imaginação todos os conflitos da sua sombra refletida através da amiga, Nina consegue quebrar a projeção, o espelho.

Aceitação

Na cena onde ela quebra o espelho e supostamente mata a amiga, ela está matando sua negação, acolhendo o que é seu, reconhecendo em si tudo o que a amiga representa.

No mesmo instante em que quebra o espelho, Nina abraça seu lado escuro, aceitando, acolhendo e tornando-se inteira. Incorpora o cisne negro dentro de si com tudo que lhe pertence.

A raiva se transforma em força, o ciúme em segurança, a alma se torna livre para dançar e expressar em sua plenitude o Ser que se torna Um. Verdadeiramente livre.

Final: Quando no espetáculo da morte do cisne branco Nina se mata com um pedaço de espelho, na verdade ela está representando a morte do Ego, a sua libertação.

Ela sorri e diz EU SENTI!

Sim, porque só através do centro emocional, da aceitação, da vivência, do acolhimento, do reconhecimento dos nossos demônios internos, dos nossos padrões, conseguimos nos tornar inteiros, Unos.

Silvana Nunes

About these ads
Esse post foi publicado em TEXTOS DE SILVANA NUNES. Bookmark o link permanente.

24 respostas para RESUMO DO FILME: CISNE NEGRO

  1. Viviane Pellico disse:

    Vimos o filme na quarta-feira e comentando-o com o Léo, que já deve ter deixado seu parecer, acredito que a Nina realmente possa ser um traço 6, mas fóbico. Penso pelo fato do excesso de imaginação, que predomina o filme inteiro. É muito mental, não se consegue distinguir o real do imaginário,bem típico do traço 6, que também é extremamente perfeccionista. A falta de coragem enfatizada pelo coreógrafo, que também é bem típica do 6, mais evidenciada ainda no fóbico. Se encaixaria também com a ênfase dada ao “sentir” na cena final, ja que é muito difícil para os traços do centro mental o sentir. A luxúria pode ser a asa 7, assim como na busca pela perfeição ela vai a 3 na super dedicação ao trabalho e a 9 quando se sensibiliza com a situação da Beth, podendo ser a inveja o seu espelho (4).
    Quanto a mãe acho que possa ser um traço 1 com asa 2 ou vice-versa, pelo excesso de controle que exerce sobre a filha, e que teria sido responsável pela formação do traço 6 da Nina. Quanto a amiga deve ser um 7.
    Independentemente da análise sob a luz do Eneagrama, realmente é uma briga intensa entre a luz e a aceitação da sombra.

  2. Mariana de Oliveira disse:

    Oi! Assisti o filme no Domingo e realmente é um filme interessante para quem está no caminho do autoconhecimento :) Concordo com vocês em relação aos tipos e espelho 4 que Beth representou. Para mim ficou muito clara a mensagem sobre a gratidão que aquele que está no ponto 4 deve ter, e desta forma, este pode acolher sua sombra e se libertar de uma comparação e insegurança tão angustiante e louca como representou bem Nina. Achei interessante no filme que o seu processo de “morte” do ego não a enfraqueceu em momento algum, ao contrário, ela retornou ao palco e fez intensamente sua apresentação de si, o que nos faz compreender que esse processo nos fortalece cada vez mais, apesar de parecer “morte” mesmo quando estamos no processo… Como disse a Sil: da raiva surge a força, do ciume surge a segurança…E completo com o que vimos em aula… Limpa-se a sujeira de um espelho e se encontra a face de Deus…Beijos!

  3. Diego Dias disse:

    acabei de ver o filme para fazer 3 trabalhos de materias diferentes para o curso de psicologia 4 ° ano :
    muito bom o filme, acredito que nina se basiou em superar a mãe dela, a mãe sempre apoiou e super protegeu tambem, a pressão que nina sofreu foi muito forte a inveja, a perfeição do leroy,l tanto pressão para os treinos quanto pressão psicologica de origem libidinosa e negativa a sociedade não estipula padrões com está conduta, acredito tambem que nina sofria de alucinação, psicotica ou esquizofrenica e ela se encorporou tanto o papel que acabou tirando sua propria vida .

  4. É Sil, assistido nas entrelinhas é bem isto que vc colocou, concordo…
    bjs

  5. Alvaro disse:

    UM DOS GRANDES FILMES QUE ASSISTÍ NOS ÚLTIMOS TEMPOS! COMO A SILVANA DIZ: A BUSCA DE CADA UM. BELO E FELIZ COMENTÁRIO.

  6. Mais perfeito resumo e entendimento do filme que já li até agora…exatamente o que a Silvana postou com detalhes!Principalmente a questão da auto aceitação, conseguirmos expressar todos os nossos sentimentos e desejos, sem sofrimento…
    Parabéns pelo comentário.

  7. Mônica Machado disse:

    Esse filme parece ser muito lindo. Suas palavras descrevem muito bem o enredo de uma mente pertubada por um lado querer ser a perfeição e por outro querer ser você mesmo. Íncrivel!

  8. Jessica Soares. disse:

    Esse foi o filme que abriu minha mente sobre os diversos temas abordados. É fato que mexeu muito com o interior, na verdade me vi naquela situação. Hoje estou fazendo um monologo e o tema do meu é O FILME CISNE NEGRO. seus comentários foram de extrema importância e colaboração no meu trabalho. Adorei seu ponto de vista e tenho certeza de que motivou muitas pessoas a verem esse filme maravilhoso!

    Abraço.

  9. Sergio disse:

    Boa noite,
    Gostaria de parabenizá-la pelo site tão interessante. Passei a tarde lendo os materiais disponíveis.
    Também necessito fazer um trabalho para o meu curso de Graduação em Psicologia.
    Minha professora solicitou um diagnóstico diferencial?
    Como poderia fazê-lo?
    Ela disse que deseja que seja feito uma suposição de um sintoma e a afirmação de outro.
    Confesso que estou confuso e precisando de ajuda.
    Desde já agradeço a todos.
    Um grande abraço.
    Sergio

  10. Adriana disse:

    Ótimo resumo, ví o filme ontem e adorei, confesso que em alguns momentos me perdi diante das cenas, mas agora com esse resumo perfeito pude enxergar as dúvidas que encontrei.
    Parabéns pelo excelente trabalho.

  11. raimundo matos neto disse:

    muito legal seu blog silvana
    parabens
    neto

  12. muinto massa o filme só fikei com uma duvida ela si mato ou mato o seu lado negro?

    • silvananunes disse:

      Caro Jhonatan,

      O filme pode passar muitas coisas, muitos significados.
      A interpretação depende muito da consciência de quem assiste.
      Dentro do meu entendimento,depois de uma luta muito grande para aceitar a sua sombra ela consegue vencer o Ego.
      Na realidade a aceitação da sombra torna-a UNA, não mais dividida.
      A morte é só uma representação da morte do “Ego”( nossos medos, raiva,mentiras, enganos,…).

  13. atha vlw por me responder!! sei que perfeição ñ existe mais a atriz que feis esse filme ela e perfeita dança muinto bem sabi interpleta tb muinto bem,vc quem feiz o filme silvananunes? vejo ele todos os dias gosto muinto.

  14. Karoliny disse:

    O filme é muito interessante… gostei do seu ponto de vista… parabens!

  15. MARI disse:

    tambem assisti o filme, e tb gostaria de saber se ela morreu no fim…. ou se foi so um ferimento… nao sou pscicologa e nao estudo, mais gostaria de saber. rss Espero q foi so um ferimento.

    • silvananunes disse:

      O filme pode passar muitas coisas, muitos significados.
      A interpretação depende muito da consciência de quem assiste.
      Dentro do meu entendimento,depois de uma luta muito grande para aceitar a sua sombra ela consegue vencer o Ego.
      Na realidade a aceitação da sombra torna-a UNA, não mais dividida.
      A morte é só uma representação da morte do “Ego”( nossos medos, raiva,mentiras, enganos,…).

      • MARI disse:

        Realmente o filme quer dizer muitas coisas, eu assisti denovo, ela tem serios problemas, pscicologicos, ela mesmo se coçava ate se machucar, o q ela qria dizer com aquelas fantasias, que ela gostava de mulheres? Obgada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s